A compreensão e o tratamento dos cânceres se baseiam fortemente no desenvolvimento científico e na pesquisa biológica.

Os avanços obtidos no campo da biologia molecular nos permitiram reconhecer a existência de genes e mecanismos específicos envolvidos na gênese das células tumorais, bem como revelaram a possibilidade deste conhecimento ser utilizado em prol de abordagens diagnósticas, preventivas e terapêuticas.

Novos marcadores, prognósticos e preditivos, também chamados de biomarcadores, podem agora identificar alterações genéticas específicas em tumores individuais, possibilitando a escolha da terapia mais eficaz e menos tóxica.

A correta identificação das alterações biomoleculares tumorais pode também auxiliar na concepção de novas drogas, que justamente bloqueiam ou silenciam a principal via "alterada" que determina o crescimento e desenvolvimento tumorais.

É a utilização de medicamentos dirigidos exatamente para as principais mutações dos tumores que caracteriza a Medicina Personalizada.

Alinhados aos valores da AstraZeneca e agregando benefícios aos pacientes, trazemos a possibilidade de avaliação de dois importantes biomarcadores para o câncer de pulmão de não-pequenas células, câncer de mama e/ou ovário – respectivamente a pesquisa da mutação do EGFR e a pesquisa da mutação dos genes BRCA 1 e 2.

A presença ou ausência de alterações nestes genes possibilitará que médico e paciente possam discutir e optar pela escolha da melhor terapia.

Clique nos ícones abaixo e veja informações detalhadas de cada exame.