Planejando o tratamento

A identificação precoce do status da mutação BRCA pode ajudar a melhorar os resultados do tratamento ao:

  • Identificar aquelas mulheres que têm mais probabilidade de responder à quimioterapia com base em platina1
  • Dar às mulheres e suas famílias a oportunidade de tomar medidas preventivas para possivelmente evitar cânceres futuros2
Chromosome 17 showing BRCA1 mutation in gold

BRCA1

Cromossomo 17

Chromosome 13 showing BRCA2 mutation in mulberry

BRCA2

Cromossomo 13

Mulheres com câncer de ovário com mutação BRCA mutante podem demonstrar uma resposta favorável à quimioterapia com base em platina

  • Mulheres com câncer de ovário com mutação BRCA demonstram uma resposta geralmente favorável à quimioterapia com base em platina1
  • Pacientes com tumores de ovário sensíveis à platina têm mais probabilidade de apresentarem a mutação BRCA, comparadas com pacientes com tumores de ovário resistentes à platina4

Identificar o status BRCA precocemente pode permitir à mulheres e seus familiares se beneficiarem de estratégias de redução de riscos

Saber se uma mulher apresenta a mutação BRCA pode ajudar nas decisões sobre a necessidade de medidas preventivas,6 e dar aos seus familiars a oportunidade de tomar atitudes para possivelmente evitar cânceres futuros2

  • A redução dos riscos por meio de cirurgia profilática pode envolver mastectomia e/ou ooforectomia pode reduzir o risco de câncer.
Oophorectomy can reduce the risk of ovarian cancer by 96% and breast cancer by 53%

Referências

  1. Trainer A, et al. Int J Gyn Cancer 2010;20:704–16.
  2. Arie S. BMJ 2014;348:g1179.
  3. Shaw HM, Hall M. Onco Targets Ther 2013;6:1197–206.
  4. Dann RB, et al. Gynecol Oncol 2012;125:677–82.
  5. Pruthi S, et al. Mayo Clin Proc 2010;85:1111–20.
  6. Song H, et al. Hum Mol Genet 2014;23:4703–9.
  7. Rebbeck TR, et al. N Engl J Med 2002;346:1616–22.