A identificação precoce do status da mutação BRCA em mulheres com câncer de ovário pode:

  • Ajudar a definir decisões de tratamento1
  • Identificar aquelas que podem se beneficiar das estratégias de redução de riscos3,4
  • Ajudar a prever resultados do tratamento1,2
  • Informar membros da família sobre os seus potenciais riscos de câncer

Referências

  1. Trainer A, et al. Int J Gynecol Cancer 2010;20:704–16.
  2. Norquist BM, et al. Gynecol Oncol 2013;128:483–7.
  3. Song H, et al. Hum Mol Genet 2014;23:4703–9.
  4. Pruthi S, et al. Mayo Clin Proc 2010;85:1111–20.