Teste de Mutação
do EGFR

O Câncer de Pulmão é o câncer que se desenvolve no pulmão, a partir do crescimento celular descontrolado, levando à formação de um tumor. As células cancerosas crescem descontroladamente, invadem e destroem o tecido pulmonar saudável, apresentando também a capacidade de se espalhar para outras partes do corpo.

Cada tipo de câncer de pulmão apresenta características diferentes de crescimento e disseminação e, por isso mesmo, é importante conhecer seu subtipo para a determinação das opções de tratamento disponíveis.

Atualmente, sabe-se que todos os pacientes com câncer de pulmão de não-pequenas células (CPNPC) em estádios avançados devem ser submetidos à pesquisa de mutações genéticas. O avanço TESTE DE MUTAÇÃO DO EGFR tecnológico, tanto em diagnóstico como em desenvolvimento de novos medicamentos, tem contribuído positivamente no tratamento adequado de cada tipo de tumor de pulmão, sendo que, no futuro, caminharemos para um tratamento personalizado de cada paciente.

O EGFR, por exemplo, é uma proteína presente nas nossas células e está envolvida no funcionamento normal do nosso corpo, sendo responsável pelo estímulo para o crescimento e desenvolvimento das células. A mutação dessa proteína (alteração do EGFR) está relacionada com aumento da sua ação no tumor e consequente piora da doença (células do tumor conseguem se dividir e se multiplicar).
Quando essa pesquisa se apresenta negativa, devemos prosseguir com a pesquisa de outras alterações no gene, pois o planejamento do tratamento depende destes testes.

Todo paciente que recebe o diagnóstico de tumor de pulmão de não-pequenas células é elegível a prosseguir o estudo do tecido com a pesquisa de mutação de EGFR.

O que é o EGFR?
O receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR) é um tipo de proteína encontrada na superfície das células do corpo. Em alguns casos, essa proteína se torna muito ativa, originando o câncer. O EGFR está expresso em diferentes tipos de tumor, como o Câncer de Pulmão de Não-Pequenas Células.

O que são as mutações do EGFR?
Mutações ou mudanças genéticas são alterações que podem provocar um comportamento celular anormal, como o crescimento descontrolado, por exemplo. Algumas mutações do EGFR fazem com que esse receptor se torne muito mais ativo que o normal, levando as células cancerosas a proliferarem, invadirem o tecido saudável e formarem metástases.

Como saber se o Câncer de Pulmão apresenta mutação do EGFR?
A presença ou ausência de mutação só pode ser confirmada através da realização de um teste de mutação do EGFR (um teste que pode definir se há e qual é a mutação do receptor).
O teste da mutação do EGFR é um exame realizado em laboratório e utiliza o material coletado na biópsia para avaliar se essa proteína se apresenta alterada.
O método requer uma pequena amostra que deve ser retirada durante a biópsia/cirurgia e fixada em um bloco de parafina para conservação.
O médico providencia uma solicitação de retirada do material, que deverá ser enviada ao laboratório onde o bloco de parafina contendo o tecido está armazenado.

Por que é importante realizar o teste de mutação do EGFR?
O teste de mutação do EGFR em pacientes com Câncer de Pulmão de Não-Pequenas Células ajuda o médico a definir a melhor opção de tratamento para cada paciente, pois existem tratamentos direcionados especificamente para algumas mutações (as chamadas terapias-alvo ou terapias moleculares). Conhecer o resultado do teste de mutação ajuda na seleção de tratamento mais apropriado para cada caso.